23 de maio de 2017

A Marca da Marta em Viagem #4

No final do mês de fevereiro fui juntamente com os meus pais até Toledo, em Espanha. Era uma viagem que já há muito tempo estava planeada e, mal podia esperar que este (pequeno) fim-de-semana chegasse para conhecer o que de melhor tinha este município espanhol.
A verdade é que ia com as expetativas bem altas e não fiquei nada desiludida, muito pelo contrário. Gostei muito, não só da Catedral, como de todos os monumentos, passando por toda a história desta bela localidade. Já para não falar que trouxe uma quantidade gigante de marcadores. A minha coleção ficou (ainda) maior, a carteira é que ficou bem menor.
Bem, mas pormenores à parte é um sítio que vale a pena visitar mesmo que, como eu, tenham muito pouco tempo!
Antes de me “despedir” deixo-vos, respetivamente com as (melhores) fotos que por lá tirei juntamente com alguns marcadores que fiz questão de trazer para vos mostrar:












Já conheciam Toledo? Têm curiosidade de visitar ou revisitar?

22 de maio de 2017

Hoje é dia de …#19

A rubrica que vos dá recomendações está de volta. E que saudades que eu tinha dela, vocês não? Pois bem, como forma de “matar essas saudades” ela, hoje, trouxe consigo uma sugestão. Será que vão gostar ou nem por isso? Claro que vão, se forem fãs de sopa na medida em que hoje é dia de… comer sopa.
Há quem o faça (e bem!) todos os dias e há quem nunca o faça. Eu, por exemplo, como “quando me lembro” mas, principalmente quando me apetece. É de salientar que nos dias de Inverno, para mim, faz mais sentido fazê-lo porque sempre “aquece o corpo e a alma”.



E vocês gostam de sopa? Costumam comê-la todos os dias?

 

19 de maio de 2017

Chiado Editora #9

O livro que hoje vos apresento revelou-se uma autêntica surpresa. Daquelas mesmo boas e interessantes. Refiro-me ao exemplar “O melhor está para vir” de Susana Silva e é um livro que vale mesmo a pena ler. Carregado de suspense e emoção, fala-nos sobre a história da Anita que, juntamente, com a mãe, era vítima de violência doméstica, por parte do pai. Numa noite, decidiram fugir e é aí que tudo se inicia.
Ajudadas pela D. Rita e pelo Sr. João, pais de Amália, a melhor amiga de Anita, vão ultrapassar perigos, dores e, infelizmente, mortes. Mas o que realmente importa é que apesar de todas as adversidades, Anita, descobre o verdadeiro amor e o que a faz realmente feliz.

Um livro positivo, emocionante e comovente que mostra que o “melhor está mesmo para vir”.

Nota: Esta publicação é patrocinada, no entanto a minha opinião é totalmente sincera.


Já conheciam este livro? Ficaram com vontade de o ler?

 

18 de maio de 2017

Mais marcadores! #51

Os marcadores que hoje vos apresento vêm do mesmo distrito, no entanto, são localidades diferentes.  Senão vejamos:
O primeiro mostra Gondomar, uma cidade portuense que, confesso, tenho bastante curiosidade de visitar, ou revisitar, pois considero que é única e especial, marcada pelo seu património cultural e pelas suas praias.
O segundo exemplar pertence a Lousada, uma vila portuense conhecida como “Vila das Camélias”. Umas flores bonitas e com um cheirinho bem caraterístico. Eu adoro-as, e vocês?




Gostaram destes dois marcadores?